Como Optimizar o Perfil do LinkedIn


Sente-se infeliz no seu trabalho atual? Ou infeliz sem emprego? Ou está simplesmente à procura de como otimizar o perfil do LinkedIn – que não atualiza desde que esteve numa dessas situações? O LinkedIn é cada vez mais o nosso cartão-de-visita na Internet – e ainda existem muitas pessoas com uma relação disfuncional com esta rede profissional.Um perfil otimizado no LinkedIn pode aumentar a nossa visibilidade, melhorar a presença na Web e fortalecer a nossa marca profissional. Considere-o como o seu currículo online, com todas as informações profissionais, mas com um toque pessoal.Usar o LinkedIn estrategicamente pode também ajudar-nos a ter vantagem sobre os nossos concorrentes.

Bem, mas por onde é que deve começar para otimizar o perfil do LinkedIn?

Os currículos estão agora online. Se antes era necessário enviar o currículo por correio ou fax, hoje o nosso currículo aparece nos resultados de pesquisa do Google.

Isto significa que toda a nossa atividade online precisa ser bem gerida e otimizada. Quantos casos já ouviram de pessoas que perderam uma oportunidade de emprego (ou até mesmo o emprego!) por uma atualização mal pensada no Facebook ou no Twitter?

Os empregadores (e falo por experiência própria) gostam de ver a nossa paixão por uma área/carreira – e aqui até um blog pode ser a diferença entre ganhar ou perder uma oportunidade.

Defina um objetivo

O LinkedIn é conhecido por ser uma ótima ferramenta de networking e recrutamento. Mas esta rede oferece muitas mais oportunidades.

Por isso, primeiro defina o que é que pretende tirar desta rede. Eu utilizo o LinkedIn em 3 níveis – corporativo, recursos humanos e branding pessoal. Deixo aqui alguns exemplos para o ajudar a definir o seu:

Objetivo Corporativo

  • Monitorizar as tendências do sector;
  • Captar novos clientes;
  • Encontrar parceiros ou fornecedores.

Objetivo de Emprego ou Recursos Humanos

  • Encontrar uma nova oportunidade de trabalho;
  • Recrutar novos colaboradores.

Objetivo de Branding Pessoal

  • Valorizar a experiência;
  • Aumentar a visibilidade e reputação;
  • Desenvolver o poder de influência;
  • Estabelecer novos contatos.

Regra 10-20-30

Ao ver o vídeo do Guy Kawasaki da regra do 10-20-30 para os PowerPoints lembrei-me de a aplicar ao meu LinkedIn. São 10 passos, 20 minutos por dia, 30 dias por mês.

1º Passo

  • No Nome, incluir (apenas) o nome;
  • No Título deve incluir palavras-chave e termos de pesquisa que pretenda que façam o seu perfil surgir nas pesquisas no Google – Estas palavras-chave podem (e devem) ainda ser utilizadas no sumário, experiência profissional (atual e anterior) e nas competências e especialidades.

Veja neste vídeo sobre como otimizar as palavras-chave no LinkedIn

  • Adicione uma fotografia profissional – Deixe os óculos de sol, os copos na mão e as paisagens para o Facebook;
  • Adicione informação de contato importante;
  • Personalize o URL do seu perfil – pt.linkedin.com/in/helenaipdias/ e não pt.linkedin.com/pub/helena-dias/86/5b/8b3;

Veja aqui como personalizar o URL do perfil do LinkedIn

  • Personalize os nomes do seu website para atrair o seu público-alvo – Não coloque simplesmente o nome “Blog” mas, por exemplo, para o blog Community Manager Portugal coloquei “Dicas de Gestão de Comunidades”;
  • Prova social (Social proof) é importante online, por isso certifique-se de ter pelo menos 500 conexões – Isto leva a credibilidade e autoridade na Web.

Otimizar o perfil do LinkedIn

2º Passo

  • Atualize o seu Sumário – Inclua palavras-chave que façam aparecer o seu perfil e a sua empresa nos resultados de pesquisa;
  • Escreva na primeira pessoa – Porquê? O LinkedIn é uma rede social e as redes sociais são para interagirmos com a nossa rede. E como rede social, as pessoas vão visitar o nosso perfil e é importante que sintam que estamos a falar diretamente com elas;
  • Não escreva simplesmente – Fale com o seu público-alvo para que eles se autoidentifiquem;
  • Pode ainda adicionar símbolos – Apesar de a utilização de símbolos no perfil ser muito debatida, eu acredito que, utilizados de forma moderada, os símbolos ajudam a realçar alguns aspetos importantes.

Veja aqui e aqui listas de símbolos para utilizar no seu perfil do LinkedIn.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Sumário do Perfil do LinkedIn

3º Passo

  • Coloque diversas palavras-chave na seção Competências e especialidades – Pode adicionar até 50 competências por isso aproveite-as bem;
  • Solicite recomendações a colegas de trabalho, clientes, fornecedores e parceiros;
  • Faça recomendações – Se o fizer, é mais provável que o façam a sim também.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Solicitar recomendações no LinkedIn

4º Passo

  • Adicione a sua experiência profissional;
  • Adicione a formação académica;
  • Mais uma vez, coloque palavras-chave na sua experiência profissional – atual e passada;
  • Adicione vídeos e apresentações – Muitas pessoas preferem ver a ter de ler;
  • Diga às pessoas para carregarem para verem o vídeo, dado que não é óbvio que o tenham de fazer.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Adicionar experiência profissional ao LinkedIn

5º Passo

  • Utilize a seção Projetos para realçar relatórios gratuitos, estudos de caso ou outros elementos para download, e ainda para apresentar os produtos e serviços que está a promover.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Adicionar Projetos ao perfil do LinkedIn

6º Passo

  • Certifique-se de que tem pelo menos 10 recomendações;
  • Mais uma vez, recomende e peça recomendações.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Recomendações no LinkedIn

7º Passo

  • Adicione experiência de voluntariado e inclua causas que apoia.

Veja o porquê de o fazer e como encontrar oportunidades de voluntariado no LinkedIn.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Oportunidades de Voluntariado no LinkedIn

8º Passo

  • Adicione à seção Reconhecimentos e Prémios prémios importantes, de reconhecimento e conquistas para aumentar a sua credibilidade.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Adicionar Reconhecimentos e Prémios ao LinkedIn

9º Passo

  • Adira a 50 grupos – Um utilizador básico do LinkedIn pode aderir no máximo a 50 grupos.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Aderir a grupos no LinkedIn

10º Passo

  • Atualize diariamente o seu estado para adicionar valor à sua rede de contatos. Podem ser os últimos artigos do seu Blog, apresentações ou conteúdo de terceiros que possam interessas à sua rede de contatos;
  • Agora que já otimizou o perfil do LinkedIn, porque não fazê-lo em mais do que uma língua? Por exemplo em Português e em Inglês.

Big Data Is Changing the Game for Recruiters


BusinessWorld

There is a human-resources future out there — one in which online resume databases, social media profiles, records of employment, and even scanned business cards and job applications come together to identify the best prospect in a crowd.

Big Data is Changing the Game for Human-Resource Hirers.

View original post

LinkedIn: The “Other” Social Network Makes its Move


Nones Notes

linkedinWe may be reading quite a few news reports these days about Facebook and Twitter facing a plateau in usage … but LinkedIn’s fortunes continue to be on the upswing (financial losses notwithstanding).

In late April, the social network reported that it now has more than 300 million active members throughout the world, which is up more than 35% since the beginning of the year.

Too, the gender gap in membership is narrowing, albeit more slowly:  Today, ~44% of LinkedIn members are women, up from ~39% in 2009.

Even more impressive for a network that has the lofty goal of “creating economic opportunity for every one of the 3.3 billion people in the global workforce,” is the fact that two-thirds of LinkedIn’s active members are located outside the United States.

This is underscored by the top three countries represented  in LinkedIn’s membership, which are the U.S. (#1), India…

View original post 317 more words

6 Rules to Simplify Work and Organizations

Simples rules to simplify work, office and organizations

Welcome to my 1st post on my first WordPress Blog, because sharing on Facebook simply isn’t enough to spread relevant content and ideas.

As for my first post, I wanna start BIG. ebe6dc533509fb045e77d0668a35ab8082375b5b 1600x12I’m starting with a TED Talk that I’ve watched today (one of my favorite intellectual/knowledge based inspiration and activity) with the title “As work gets more complex, 6 rules to simplify“, from the consultant Yves Morieux, researching how corporations can adapt to a modern and complex business landscape.

Yves here asks why do people feel so miserable and disengaged at work, discussing how today’s businesses are increasingly and dizzyingly complex, arguing that traditional pillars of management and HR are obsolete, adding that it falls to individual employees to navigate the rabbit’s warren of interdependencies. Yves also offers six excellency rules for “smart simplicity”, at the same time he unravels corporations interplay, mobilizing rules from game theory and organizational sociology.

“Blame is not for failure, it is for failing to help or ask for help.”Jorgen Vig Knudstorp, The Leo Group CEO
You stop drawing boxes, dotted lines, full lines; you look at their interplay. It has a lot of implications on financial policies that we use. On human resource management practices. When you do that, you can manage complexity, the new complexity of business, without getting complicated.

You create more value with lower cost. You simultaneously improve performance and satisfaction at work because you have removed the common root cause that hinders both. Complicatedness: This is your battle, business leaders. The real battle is not against competitors. This is rubbish, very abstract. (…)
The real battle is against ourselves, against our bureaucracy, our complicatedness.”
Yves Morieux

Thanks for reading, I hope you’ve liked it and found it interesting.

Best regards,
Pedro Calado