É Preciso Inovar o Marketing


Tecnologia & Gestão

O marketing que conhecemos, com suas idiossincrasias e desgovernanças irá acabar logo. Por quê? Porque é antieconômico, porque não gosta de indicadores, porque tem alergia de controle, porque gasta demais, porque tem entregado de menos. Exceções à parte, o que era para ser o motor mercadológico e de inovação das empresas, acabou se especializando em engordar e se entender mais importante do que realmente é.

O mercado demanda mudanças drásticas, impondo a inovação como resposta para este “Novo Marketing”. Essas mudanças para o marketing atual serão conceituais, de expectativas, de estrutura e de orçamento. Ou seja, será mais governança e menos festa! Mais raciocínio e menos energia!

As principais tendências que nortearão a inovação para este Novo Marketing compreendem a fatores ligados a questões econômicas, sociais, de consumo, de tecnologias, mídias, canais e de modelos de negócio, dentre outras. Vejamos algumas das principais:

–  Globalização -> Meta-Concorrência -> Agilidade ->…

View original post 782 more words

Advertisements

Como Optimizar o Perfil do LinkedIn


Sente-se infeliz no seu trabalho atual? Ou infeliz sem emprego? Ou está simplesmente à procura de como otimizar o perfil do LinkedIn – que não atualiza desde que esteve numa dessas situações? O LinkedIn é cada vez mais o nosso cartão-de-visita na Internet – e ainda existem muitas pessoas com uma relação disfuncional com esta rede profissional.Um perfil otimizado no LinkedIn pode aumentar a nossa visibilidade, melhorar a presença na Web e fortalecer a nossa marca profissional. Considere-o como o seu currículo online, com todas as informações profissionais, mas com um toque pessoal.Usar o LinkedIn estrategicamente pode também ajudar-nos a ter vantagem sobre os nossos concorrentes.

Bem, mas por onde é que deve começar para otimizar o perfil do LinkedIn?

Os currículos estão agora online. Se antes era necessário enviar o currículo por correio ou fax, hoje o nosso currículo aparece nos resultados de pesquisa do Google.

Isto significa que toda a nossa atividade online precisa ser bem gerida e otimizada. Quantos casos já ouviram de pessoas que perderam uma oportunidade de emprego (ou até mesmo o emprego!) por uma atualização mal pensada no Facebook ou no Twitter?

Os empregadores (e falo por experiência própria) gostam de ver a nossa paixão por uma área/carreira – e aqui até um blog pode ser a diferença entre ganhar ou perder uma oportunidade.

Defina um objetivo

O LinkedIn é conhecido por ser uma ótima ferramenta de networking e recrutamento. Mas esta rede oferece muitas mais oportunidades.

Por isso, primeiro defina o que é que pretende tirar desta rede. Eu utilizo o LinkedIn em 3 níveis – corporativo, recursos humanos e branding pessoal. Deixo aqui alguns exemplos para o ajudar a definir o seu:

Objetivo Corporativo

  • Monitorizar as tendências do sector;
  • Captar novos clientes;
  • Encontrar parceiros ou fornecedores.

Objetivo de Emprego ou Recursos Humanos

  • Encontrar uma nova oportunidade de trabalho;
  • Recrutar novos colaboradores.

Objetivo de Branding Pessoal

  • Valorizar a experiência;
  • Aumentar a visibilidade e reputação;
  • Desenvolver o poder de influência;
  • Estabelecer novos contatos.

Regra 10-20-30

Ao ver o vídeo do Guy Kawasaki da regra do 10-20-30 para os PowerPoints lembrei-me de a aplicar ao meu LinkedIn. São 10 passos, 20 minutos por dia, 30 dias por mês.

1º Passo

  • No Nome, incluir (apenas) o nome;
  • No Título deve incluir palavras-chave e termos de pesquisa que pretenda que façam o seu perfil surgir nas pesquisas no Google – Estas palavras-chave podem (e devem) ainda ser utilizadas no sumário, experiência profissional (atual e anterior) e nas competências e especialidades.

Veja neste vídeo sobre como otimizar as palavras-chave no LinkedIn

  • Adicione uma fotografia profissional – Deixe os óculos de sol, os copos na mão e as paisagens para o Facebook;
  • Adicione informação de contato importante;
  • Personalize o URL do seu perfil – pt.linkedin.com/in/helenaipdias/ e não pt.linkedin.com/pub/helena-dias/86/5b/8b3;

Veja aqui como personalizar o URL do perfil do LinkedIn

  • Personalize os nomes do seu website para atrair o seu público-alvo – Não coloque simplesmente o nome “Blog” mas, por exemplo, para o blog Community Manager Portugal coloquei “Dicas de Gestão de Comunidades”;
  • Prova social (Social proof) é importante online, por isso certifique-se de ter pelo menos 500 conexões – Isto leva a credibilidade e autoridade na Web.

Otimizar o perfil do LinkedIn

2º Passo

  • Atualize o seu Sumário – Inclua palavras-chave que façam aparecer o seu perfil e a sua empresa nos resultados de pesquisa;
  • Escreva na primeira pessoa – Porquê? O LinkedIn é uma rede social e as redes sociais são para interagirmos com a nossa rede. E como rede social, as pessoas vão visitar o nosso perfil e é importante que sintam que estamos a falar diretamente com elas;
  • Não escreva simplesmente – Fale com o seu público-alvo para que eles se autoidentifiquem;
  • Pode ainda adicionar símbolos – Apesar de a utilização de símbolos no perfil ser muito debatida, eu acredito que, utilizados de forma moderada, os símbolos ajudam a realçar alguns aspetos importantes.

Veja aqui e aqui listas de símbolos para utilizar no seu perfil do LinkedIn.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Sumário do Perfil do LinkedIn

3º Passo

  • Coloque diversas palavras-chave na seção Competências e especialidades – Pode adicionar até 50 competências por isso aproveite-as bem;
  • Solicite recomendações a colegas de trabalho, clientes, fornecedores e parceiros;
  • Faça recomendações – Se o fizer, é mais provável que o façam a sim também.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Solicitar recomendações no LinkedIn

4º Passo

  • Adicione a sua experiência profissional;
  • Adicione a formação académica;
  • Mais uma vez, coloque palavras-chave na sua experiência profissional – atual e passada;
  • Adicione vídeos e apresentações – Muitas pessoas preferem ver a ter de ler;
  • Diga às pessoas para carregarem para verem o vídeo, dado que não é óbvio que o tenham de fazer.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Adicionar experiência profissional ao LinkedIn

5º Passo

  • Utilize a seção Projetos para realçar relatórios gratuitos, estudos de caso ou outros elementos para download, e ainda para apresentar os produtos e serviços que está a promover.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Adicionar Projetos ao perfil do LinkedIn

6º Passo

  • Certifique-se de que tem pelo menos 10 recomendações;
  • Mais uma vez, recomende e peça recomendações.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Recomendações no LinkedIn

7º Passo

  • Adicione experiência de voluntariado e inclua causas que apoia.

Veja o porquê de o fazer e como encontrar oportunidades de voluntariado no LinkedIn.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Oportunidades de Voluntariado no LinkedIn

8º Passo

  • Adicione à seção Reconhecimentos e Prémios prémios importantes, de reconhecimento e conquistas para aumentar a sua credibilidade.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Adicionar Reconhecimentos e Prémios ao LinkedIn

9º Passo

  • Adira a 50 grupos – Um utilizador básico do LinkedIn pode aderir no máximo a 50 grupos.

Otimizar o perfil do LinkedIn | Helena Dias | Aderir a grupos no LinkedIn

10º Passo

  • Atualize diariamente o seu estado para adicionar valor à sua rede de contatos. Podem ser os últimos artigos do seu Blog, apresentações ou conteúdo de terceiros que possam interessas à sua rede de contatos;
  • Agora que já otimizou o perfil do LinkedIn, porque não fazê-lo em mais do que uma língua? Por exemplo em Português e em Inglês.

The Problem With Digital Marketing


Gareth Roberts

31 July, 2014 — 6 Comments

If you work in digital marketing every day, there’ll probably be a few problems that come to mind. But the main problem ISN’T what you think.

unorthodox-marketing-measurement

You already know that building a mailing list, or getting more web traffic isn’t as easy as you thought when you first set up your digital marketing strategy. You’ll spend hours at night thinking of ways to do things differently to improve the situation. But the problem isn’t the doing. The problem is making sure that what you’re doing is right in the first place.

Let’s be honest, whether you’ve been marketing digitally for 6 months, a year, or 5 years, chances are that you’ve probably missed something out in your digital strategy, or have misunderstood another. Both are potentially damaging. But not as damaging as not taking a step out of the Facebook Ads, the keyword research and…

View original post 628 more words

Startup Quantifies Video Content With Code


Gigaom

Computer vision has seen some major advances over the past couple of years, and a New York-based startup called Dextro wants to take the field to a new level by making it easier to quantify what the computers are seeing. Founded in 2012 by a pair of Ivy League graduates, the company is building an object-recognition platform that it says excels on busy images and lets users query their videos using an API a la other unstructured datasets.

The idea behind Dextro, according to co-founder David Luan, is to evolve computer vision services beyond tagging and into something more useful. He characterizes the difference between Dextro and most other computer vision startups (MetaMind, AlchemyAPI and Clarifai, for example) in terms of categorization versus statistics. Tagging photos automatically is great for image search and bringing order to stockpiles of unlabeled pictures, “but we found that most of the value and most of the…

View original post 529 more words

7 Futuristic Wearable Tech and Social Media Integration


RGB Social

Wearable Tech and Social Media

Over the last several days, as many of you likely have, I’ve been keenly following updates from the Consumer Electronics Show (CES) in Las Vegas.

For those who don’t know, it’s during CES that many new tech gadgets and innovations are revealed, essentially playing the role of a one-stop-shop for where we can get a glimpse of what the future of tech has in store.

Of the many cool new electronic devices being shown off at this year’s show (that I’ve read about thus far anyway) – predictably – it looks as though wearable tech is one of the major trends being observed.

Virtually every major electronics player is diving into the wearable tech ring, each with their own take on what they believe to be the future of this emerging segment.

Pebble, one of the earlier players in wearable tech, and Kickstarter success story raising over $10 million…

View original post 877 more words

Brands of Today – Coca-Cola, Pepsi, Apple, Samsung & EasyJet


I’ve read about this today on a great (and proud) portuguese online business/marketing journal/newsfeed/press, “Imagens de Marca“.

And if Coca-Cola and Pepsi were less caloric?
Due to high rates of obesity in the American continent, some leading brands in the beverage industry, including Coca-Cola and Pepsi want to reduce the calories of their products, advances the Direct Marketing. The same source ensures that this initiative is driven by the American Beverage Association, an organization that aims to reach 2025 with a lower calorie intake per person 20%. According to Yahoo, these brands of soft drinks now aim to educate their consumers, so will bet a new communication and packaging.

In Europe, meanwhile, the Samsung is the topic that generates buzz this morning. It seems that South Korean brand announced, according to the Direct Marketing, which will stop selling laptops in the European market. This is a new strategy of Samsung, which is intended to align demand with supply, and you want to bet on the growth of sales of tablets. According to the same site, the decision is only temporary and does not necessarily have to be reflected in other markets. To the same source assures, Sony and Toshiba also followed the same steps some time ago. The brand sold its first unit and the second portable Vaio announced that he was going to focus its work in selling computers to businesses, rather than developing home computers.

Even with regard to the technological area, Apple is also being highlighted by the press, but not for the best reasons. According to Mashable, the update iOS8 that the brand launched for the iPhone is full of bugs and was canceled. Several complaints from users were presented throughout the week and to the same site Vanca, all are confirmed.

On Portugal, there is one more airline to fill the newspapers besides TAP. According to the Observer, Easyjet wants to start selling tickets to Ponta Delgada, Azores, starting in October. The low cost company wants to start flying to the Island from March 2015 and ensures that the time begins to be scarce, advances the same source. The idea of Easyjet undergoes transpose the Azores what is already being done in Madeira, ranging from transporting passengers across Europe to Lisbon and you can avail affordable to visit the islands.

Original Source – Imagens de Marca (25 de Setembro de 2014)

2 Simple Rules To Name a Successful Product


TIME

When I tell people at parties what I do, they’re always curious. “You’re a namer-of-things? That sounds like fun. Tell me more,” they say, seemingly surprised that it’s an actual job.

In fact, the profession has grown in the last 15 years or so with the explosion of entrepreneurs and startups that need to name everything from products and services to websites and apps. “Verbal identity” is at the core of every product launch and includes not just names but slogans and taglines.

I’m a naming consultant hired by branding agencies to tackle projects for clients that have included a faith-based financial institution, an online investment service, and wine marketed to women. I’ve coined quite a few cute names. For example, City Block™ is a note cube with a city map printed on its side. Then there’s HandJive™—fashion gloves designed for cyclists.

When I get hired to name a product…

View original post 658 more words

The 5 Ws of Mobile Commerce Optimization


Technopreneurph

The 5 Ws of Mobile Commerce Optimization image shutterstock 188282693

Everywhere you turn, it seems, people are talking about how understanding context is the most important aspect of building a better web.

No one, though, has captured it as well as Code and Theory’s Dan Gardner, co-founder and executive creative director of the creative agency, and Mike Treff, managing partner of the agency’s product design group, who wrote an article for FastCompany titled “The Next Big Thing in Responsive Design.” (Among other accomplishments, Code and Theory redesigned the LA Times website and Mashable, and created award-winning marketing programs for Burger King, Dr Pepper and Maybelline New York.) Though the whole thing is worth reading, this is the sentence that matters most for our purposes:

“As brands become more publisher-like, they’ll also need to incorporate a responsive philosophy that adapts to the user so that they can reach them at the right time, with the right messaging, and an understanding of…

View original post 511 more words

Mobile Advertising Rockets In India, World’s Fastest-growing Smartphone Market


Abogado Aly

Mobile advertising volume in India grew the fastest in the world, climbing a record 260% since July 2013, even as the larger Asia-Pacific region where ad impressions delivery rose 70% this year, emerged the fastest-growing region globally.

from Forbes – Business http://ift.tt/1tpE4eC
via Abogado Aly Business Consulting

View original post